Se eu consegui parar de comer carne…

Há aproximadamente três anos eu estava começando a minha vida sem carne. Tomei a decisão de parar após fazer um trabalho sobre o comércio de pele de animais para a confecção de casacos e outros artigos de luxo.  Lembro que parei de um dia para o outro, sem nenhuma dificuldade. Era algo que me sensibilizava e que me movia, então transformei em um ideal de vida. Agora, sempre que falo para a minha mãe que quero mudar algo na minha vida, ela diz que, se eu tive determinação para parar de comer carne – que eu sempre adorei -, eu consigo qualquer coisa que eu realmente queira. Acho que é hora de assumir isso como uma verdade e resolver uma série de pendências na minha vida e na minha personalidade. Como diz aquela frase, os incomodados que se mudem. Não estou falando de uma mudança física, mas sim comportamental. Afinal, a única coisa que podemos fazer é mudar a nós mesmos e torcer para que seja suficiente.

Anúncios
  1. Como já disse, o primeiro passo para essa mudança você já deu, e que eu sinto que a faz se sentir mais completa e mais humana. O restante vai crescendo em você sem que nem perceba, só precisa de um empurrãozinho. Apesar de achar que com qualquer atitude de todo dia você cresce, se modifica e transmite sempre muita leveza, sinceridade, doçura e amor. E isso não tem que ser modificado…E é o que mais importa.

    • Fernando Novais
    • 3 de agosto de 2011

    Você está corretíssima. Você não deve se comportar para agradar os outros, tem que fazer as mudanças visando o seu próprio agrado, de modo com que você se sinta feliz. Não sinta medo de mudanças, assim como você também não deve se inibir com os erros que possa vir a cometer. São os altos e baixos na vida e você tem que aprender a se adaptar a isso, o importante é não abaixar a cabeça para nenhuma situação e sempre agir de acordo com as suas vontades, mesmo que por impulso. É assim que nós adquirimos as melhores experiências de nossas vidas..

    • É verdade meu amigo. No fundo nós sempre sabemos o que é bom pra gente, porque o coração pede. As vezes tentamos olhar com a racionalidade, tentamos travar os nossos impulsos. Mas eu preciso controlar a minha ansiedade. Eu realizo as coisas na minha cabeça e quando elas não saem conforme planejado, me chateio. É hora de crescer e deixar de ser mimada.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: