Arquivo de agosto \03\UTC 2012

A página em branco me angustia

É como se ela me questionasse, me encostasse à parede e me olhasse a alma através dos olhos. Retribuo o olhar, penso em algo para lhe dizer, mas as palavras somem, se escondem nos escombros de mim. Atrevo-me a rabiscar algumas letras, mas o resultado é tão desconexo quanto meus pensamentos.

%d blogueiros gostam disto: